38% de fornecedores de grandes empresas brasileiras acreditam que os impactos de mudanças climáticas nos negócios já podem ser sentidos ou começarão a ser percebidos nos próximos cinco anos – fato associado diretamente a aumento no custo de operação e a redução da capacidade de produção. Este é apenas um dos dados que o programa CDP Supply Chain Brasil 2012 traz à discussão durante um evento na BM&F Bovespa, em São Paulo. O programa é realizado pelo CDP, ONG internacional que atua junto a investidores e empresas de todo o mundo para prevenir as mudanças climáticas e proteger os recursos naturais através da alocação eficiente de capital.

O CDP Supply Chain Brasil faz parte de um programa global que permite que grandes empresas compradoras questionem e engajem suas cadeias de fornecimento a implementar estratégias para mitigar as mudanças climáticas. Da porção global do programa, baseado em dados de 2415 empresas, incluindo 2363 fornecedores e 52 grandes empresas compradoras com poder de compra combinado de aproximadamente US$ 1 trilhão, foram extraídas as respostas dos 202 fornecedores brasileiros abordados por sete grandes compradores que são membros do programa no País: AES Eletropaulo, Banco Bradesco, Braskem, Fibria, Marfrig, Suzano Papel e Celulose e Vale (vide as percepções destas companhias membros do projeto ao final deste comunicado).

Dentre os dados levantados pela análise feita pela Accenture, parceira do CDP, destacam-se:

- 554 pedidos de informações foram enviados a fornecedores latino-americanos, sendo 413 brasileiros. 49% do universo brasileiro de fornecedores responderam ao programa, contra um índice global de respostas de 39%;

- 29% dos fornecedores brasileiros acreditam que os impactos das mudanças climáticas já estão sendo sentidos através das fortes secas ou inundações que afetam direta ou indiretamente todos os negócios, contra 25% que acha que tais impactos serão percebidos apenas daqui a 6 a 10 anos;

- Semelhante aos resultados globais, existe um hiato entre as respostas dos fornecedores e das empresas compradoras em todos os resultados. Por exemplo, enquanto 57% dos membros brasileiros do CDP Supply Chain Brasil têm metas definidas para redução de emissões, apenas 13% de seus fornecedores fazem o mesmo;

- O número de fornecedores que investem em ações de redução de emissões caiu de 23% em 2011 para 13% em 2012. No entanto, na comparação entre os dois anos, há uma melhoria de 100% em iniciativas de redução de emissões (8% dos respondentes em 2011 contra 17% em 2012);

- 43% dos membros brasileiros investem para mitigar os riscos das mudanças climáticas através da redução de emissões. Por outro lado, como vimos no item anterior, apenas 13% de seus fornecedores que responderam ao questionário fazem o mesmo;

- Os 13% dos fornecedores brasileiros que reportaram investir na redução de emissões sinalizam economias monetárias de US$ 14 milhões;

- 63% dos respondentes identificam um risco relacionado às mudanças climáticas, atual ou futuro, com potencial de afetar de forma expressiva suas receitas ou negócios;

- 72% das empresas que investem em iniciativas de redução das emissões percebem que as mudanças climáticas representam um risco físico para suas operações, em comparação com 32% que não estão investindo em tais iniciativas.

“Sabemos que a cadeia de fornecimento é responsável diretamente pelo resultado de uma empresa. Estamos falando aqui de influências diretas em receita, qualidade do produto final, percepção do consumidor. Por isso, é extremamente importante que as grandes empresas não apenas invistam em mitigar seu impacto junto ao meio-ambiente, mas também incentivem seus fornecedores a fazê-lo”, pondera Fernando Eliezer Figueiredo, diretor do CDP Brasil.

Melhores respostas

Para oferecer subsídios tanto para fornecedores quanto para empresas compradoras conduzirem sua estratégia rumo à economia de baixo carbono, o CDP implementou a sua metodologia de pontuação (scoring) de respostas no Brasil nesta edição do CDP Supply Chain 2013. As declarações dos respondentes são pontuadas nos quesitos Disclosure e Performance. A primeira se refere ao fornecimento de respostas claras e completas. Dos 202 fornecedores respondentes, 29% recebeu pontuação entre 50 e 100. Em Performance, analisou-se a efetividade das medidas para amenizar as mudanças climáticas adotadas pelas empresas que tiveram nota maior ou igual a 50 em Disclosure. Entre as 58 empresas analisadas em Performance, não houve nenhuma avaliada com nota A. 14% ficaram com nota B.

Membros do CDP Supply Chain Brasil

AES Eletropaulo

A AES Eletropaulo, empresa do Grupo AES Brasil, reforçou seu compromisso com o desenvolvimento sustentável por meio de sua Plataforma de Sustentabilidade. Criada a partir de um amplo processo que envolveu a alta liderança e mais de 130 representantes de públicos de relacionamento entre colaboradores, clientes, fornecedores e representantes da sociedade civil, a empresa assumiu compromissos e metas que estão traduzidos no Planejamento Estratégico Sustentável do Grupo. Dentre esses compromissos, destacam-se as ações do Programa de Desenvolvimento de Fornecedores, que busca identificar os impactos socioambientais e econômicos da sua cadeia de valor e motivar a adesão dos prestadores de serviço e fornecedores de materiais às praticas sustentáveis. Nesse contexto, segundo a empresa, a iniciativa do CDP Supply Chain tem sido uma importante ferramenta para conhecer como sua cadeia de suprimentos atua em relação à gestão das mudanças climáticas e como se posiciona mediante às exigências do mercado de baixo carbono. “O CDP Supply Chain tem sido uma importante ferramenta de conhecimento e engajamento de nossos fornecedores, os quais são fundamentais no nosso processo de gestão de mudanças climáticas”, diz Sonia Hermsdorff, Gerente de Meio Ambiente, Projetos Corporativos e Gestão de Programas Ambientais.

Banco Bradesco S/A

O desenvolvimento socioeconômico do País é um compromisso da Organização Bradesco que, de forma permanente, busca a sustentabilidade na gestão, nos negócios e nas práticas do dia a dia. Signatário do Carbon Disclosure Project (CDP) desde 2006 e disseminador do Supply Chain Leadership Collaboration (SCLC) desde 2008, o Bradesco acredita que a iniciativa está alinhada à sua estratégia de desenvolvimento da cadeia de valor, bem como auxilia a Organização na gestão das emissões indiretas, que no ano de 2012 representaram 92,8% das emissões totais. Adicionalmente, engajar e incentivar os fornecedores à gestão e à divulgação de suas emissões de gases de efeito estufa (GEEs) é um dos objetivos do Banco, que anualmente aborda o tema em um evento que reúne Banco Bradesco, seus fornecedores e o CDP Brasil. Em 2012, 66 empresas responderam ao questionário.

Braskem

A estratégia de Desenvolvimento Sustentável da Braskem está suportada por sete macro objetivos, dentre os quais o de Gases Efeito Estufa (GEE). Deste modo, existem diversas iniciativas associadas que apoiam a evolução em operações mais sustentáveis, reduzindo a intensidade das emissões GEE, e soluções mais sustentáveis para a sociedade. Para isto a Braskem realiza, desde 2006, o inventário de emissões GEE, e a sua estratégia de evolução na gestão dessas emissões requer um engajamento dos fornecedores, visto que as oportunidades de mitigação dessas emissões, muitas vezes encontram-se na cadeia e não somente nos processos da empresa. O CDP Supply Chain suporta a Braskem na sensibilização, capacitação e engajamento dos fornecedores, e consequentemente na identificação de oportunidade de melhorias para evolução no tratamento das questões climáticas.

FIBRIA

A Fibria, primeira companhia florestal do mundo a aderir ao CDP Supply Chain, adota práticas de gestão para as mudanças climáticas ao longo do ciclo produtivo da celulose de eucalipto. O engajamento entre a companhia e seus fornecedores é fundamental para buscar o desenvolvimento sustentável em toda a cadeia de suprimentos. Segundo a empresa, “o CDP Supply Chain exerce um papel importante nesse sentido, uma vez que contribui para a eficiência de gestão da cadeia produtiva e incentiva fornecedores a identificar e divulgar suas emissões de gases de efeito estufa”. Em 2012, 93% dos fornecedores convidados pela Fibria responderam o questionário, o que mostra um aumento significativo na participação em relação a 2010 (45%) e em 2011 (71%), comprovando entendimento da iniciativa e engajamento.

Marfrig

O Grupo Marfrig, uma das maiores empresas de alimentos do mundo, trabalha continuamente para tornar seus processos e atividades cada vez mais sustentáveis. Para atingir esse objetivo, estabeleceu seis dimensões estratégicas (ambiental, social, econômica, produto, tecnológica e cadeia de suprimentos) para direcionar todos os seus negócios nos 17 países onde atua, com 148 unidades de produção. Segundo a Marfrig, “gerenciar os riscos e oportunidades criados por nossos produtos, certamente inclui trabalhar e desenvolver um relacionamento próximo aos nossos fornecedores, afinal mais de 95% das emissões de GEE de nossos produtos estão ligadas à cadeia de suprimentos”. Em 2012, o Grupo Marfrig tornou-se empresa membro do CDP Supply Chain e convidou 53 fornecedores a proverem informações acerca de sua gestão de GEE e entendimento dos riscos climáticos a que estão expostos, além das oportunidades de melhoria. Esses fornecedores foram selecionados a partir de critérios que envolveram a exposição dos negócios da empresa a riscos climáticos e reputacionais, e a participação dos mesmos nos custos operacionais.

Suzano Papel e Celulose

A Suzano Papel e Celulose acredita que trabalhar a cadeia de valor é uma tendência nas agendas corporativas e identificou no CDP Supply Chain uma forma inovadora de trazer para seu dia-a-dia uma ferramenta que engajaria seus fornecedores nesta temática tão relevante. Segundo a Suzano, “os três anos de participação na iniciativa foi um processo enriquecedor para a empresa e temos relatos gratificantes de nossos fornecedores. Percebemos que eles internalizaram o tema e hoje reconhecem a importância de trabalhar a gestão de emissões e governança climática em suas empresas. Com o amadurecimento do mercado, outras empresas passarão a incorporar essa discussão em suas estratégias e a transformarão em um fator competitivo”.

Vale

Líder global na produção de minério de ferro e pelotas, a Vale tem sede no Brasil e atua em mais de 30 países nos cinco continentes. A empresa tem como missão transformar recursos naturais em prosperidade e desenvolvimento sustentável e, neste sentido, trabalha de forma responsável e comprometida com a sustentabilidade de seus negócios. Um exemplo disso é a atuação da Vale junto à sua cadeia de fornecedores e clientes visando à redução de emissões de CO2, compromisso que faz parte da sua política de mitigação e adaptação às mudanças climáticas. Para tornar isso possível, a Vale vem engajando seus fornecedores no tema por meio de iniciativas como o CDP Supply Chain. Para a Vale, o programa é uma oportunidade que possibilita aos seus fornecedores terem condições de alcançar a excelência na gestão eficiente de carbono, identificando riscos e oportunidades. A empresa acredita que, com uma gestão aprimorada no tema, é possível reduzir riscos e as próprias emissões, tornando todos os envolvidos – Vale, empresas e clientes – ainda mais competitivos em uma economia de baixo carbono. Mais informações sobre a empresa no site: www.vale.com.
 
WaterWatchers, um aplicativo de telefone móvel para denunciar vazamentos de água
IBM lança um projeto de crowdsourcing para ajudar a capturar, compartilhar e analisar informações sobre o sistema de distribuição de água na África do Sul.
 
Ford divulga metas globais de sustentabilidade
Ações preveem redução na emissão de gases, consumo de energia e do uso de água nas fábricas
 
Empresas indianas de TI planejam iniciativas verdes
Empresas indianas de TI estão entre os melhores do mundo e agora eles estão planejando implementar um plano altamente sustentável
 
Telefônica inaugura antena sustentável em Brasília
A Telefônica/Vivo inaugurou nesta quarta-feira (6), em Brasília, a primeira das 500 antenas “sustentáveis” que serão instaladas até o final em todo o país.
 
BM&FBOVESPA lança calendário do ISE para 2013 durante debate sobre o papel da sustentabilidade na construção de imagem das empresas
Podem participar do processo de seleção para compor o índice as empresas emissoras das 200 ações mais líquidas da Bolsa
 
Financiamentos para agricultura sustentável aumentam 337%
A região Sudeste foi a que registrou os maiores volumes de financiamento de investimentos
 
Philips, investimentos de mais US $ 700 milhões em "inovação verde"
Interbrand classificou a Philips entre os Top 50 Melhores Marcas Globais Verdes em 2012 por ter uma contribuição a sustentabilidade de mais de 10 por cento do valor total da marca.
 
GM inaugura a fábrica sustentável de Joinville (SC)
Uma das fábricas mais sustentáveis do mundo. Investimentos na unidade foram de R$ 350 milhões
 
Novo índice de sustentabilidade da Dow Jones, tem como alvo os mercados emergentes
A Dow Jones lançou o que alega ser o primeiro índice de desempenho de sustentabilidade de empresas de mercados emergentes.
 
A Siemens iniciou a construção de dois projetos de 50MW PV localizadas no Cabo do Norte, África do Sul.
Um investimento de € 500 milhões (635 milhões dólares EUA)
 
Onze novas empresas com novas tecnologias para a solução de problemas sociais e ambientais partiram em uma viagem ao redor do mundo
Os empresários vão navegar 13 países
 
Toyota, planos para a reciclagem de baterias de seus carros híbridos com o Sistemas de Gestão de Energia.
Este sistema será útil na alimentação de reserva e pode controlar o consumo, armazenamento e descarga de energia eléctrica.
 
50 Empresas do Golfo reduzem voluntariamente o uso de energia e água
Uma série de empresas privadas em Dubai e outros emigrados, aderiram a uma iniciativa voluntária para reduzir o seu consumo de energia e água tiveram enorme sucesso, demonstrando que não é impossível fazê-lo.
 
Hewlett Packard - Banco de dados usado por quase três dezenas de fabricantes de automóveis para eliminar substâncias nocivas
A Hewlett Packard concordou em continuar o desenvolvimento de um banco de dados usado por quase três dezenas de fabricantes de automóveis para eliminar substâncias nocivas de suas cadeias de suprimentos automotivos.
 
A Electrolux foi incluída este ano no ranking Global das 100 empresas mais sustentáveis ​​do mundo
A empresa também foi nomeada pelo segundo ano consecutivo como líder do sector, na avaliação da sustentabilidade RobecoSAM 2013
 
O desenvolvimento sustentável em direção à Economia Verde é irreversível, segundo as empresas brasileiras
Empresas buscam atingir metas do ´Visão Brasil 2050´
 
Toyota e BMW, foco em tecnologia verde. Oportunidade única de levar a indústria para o futuro da mobilidade
Os fabricantes de veículos automotores Toyota e BMW estão trabalhando em conjunto para o desenvolvimento de tecnologia verde.
 
Pirelli - Pneus que economizam combustível
Sílica extraída da casca do arroz produz pneus menos poluentes
 
Diretrizes para uma economia verde no Brasil
O desafio encarado pela FBDS foi replicar esse tipo de trabalho para a realidade brasileira.
 
DELL - Reforma sustentável de embalagens
Nos últimos anos, a atitude das empresas está mudando quando se trata de priorizar iniciativas "verdes" e chamar a atenção para a sustentabilidade na cadeia de fornecimento.
 
A Coalizão Paperless - Google e Fujitsu participam da campanha para reduzir o uso de papel no escritório
Um conjunto de ferramentas on-line que pode reduzir a necessidade de documentos em papel no local de trabalho
 
SolarCity Implanta 156 MW em 2012 e bate o seu Plano de 2012
Melhor do que o esperado implantações solares em 2012 elevando o preço das ações.
 
Pequenos negócios adotam desenvolvimento sustentável
Centro Sebrae de Sustentabilidade fecha 2012 com balanço positivo e apresenta ações para o segmento
 
Aumenta em 50 o número de empresas que publicam relatório de sustentabilidade ou explicam por que não o fazem
Iniciativa Relate ou Explique da Bolsa facilita o acesso dos investidores a informações sobre negócios e sustentabilidade das companhias listadas
 
American Airlines e DFW Airport aliança sustentável para coordenar iniciativas ambientais
O programa norte-americano Fuel Smart, que começou em 2005, salvou mais de 700 milhão de galões de combustível de jato e eliminou 7 milhões de toneladas de emissões de CO2.
 
Oi vai construir parque industrial de R$ 10 milhões para reciclar eletrônicos
As novas fábricas atenderão a demanda da Oi e vão compor um parque industrial no Brasil capaz de processar resíduos de outras indústrias eletroeletrônicas
 
Rankings 2012 das empresas varejistas nos EUA
As empresas líderes estão integrando critérios ambientais nas suas cadeias de abastecimento importantes, através de programas de compras verdes, coleta de dados ambientais e scorecards fornecedores.
 
Hertz, Phillips, Kingfisher, Energia DONG, BASF e PepsiCo exemplos de modelos de negócios sustentáveis.
Relatório, produzido por Verdantix e publicado pela WWF-UK
 
Guia para Empresas ajuda na decisões de negócios sobre Produtos Florestais
O guia fornece uma visão geral das 10 questões-chave que sustentam os contratos, incluindo a gestão florestal; fornece uma visão geral de uma seleção de ferramentas, iniciativas e recursos adicionais, e esclarece e explica o labirinto de terminologia
 
Toshiba apresentou uma impressora multifuncional que pode apagar o papel para reutilizar até quatro vezes. 
Redução de 57 por cento no sistema total de CO 2 emissões.
 
Apple planeja dobrar a quantidade de células de combustível de Biogás na Carolina do Norte
Um aumento de 4,8 MW para 10MW
 
A Sharp estabelece novo recorde de eficiência de conversão de Células Solares do mundo - 37,7%
Instituto Nacional de Ciência Industrial Avançada e Tecnologia (AIST)
 
IBOPE recebe autorização da ONU para certificar projetos de crédito de carbono
A Organização das Nações Unidas (ONU) acaba de credenciar oficialmente o IBOPE Ambiental para validar, verificar e certificar projetos geradores de crédito de carbono.
 
Programa da Microsoft vai injetar US$ 75 milhões na África
Revelada no Fórum Global 2012, em Praga, a companhia anunciou a parceria com seis organizações humanitárias
 
Sabesp promove audiência sobre sustentabilidade e política institucional
Evento, que é gratuito, acontece no próximo dia 11 de dezembro
 
Projeto de manta sustentável para aterros sanitários-Prêmio Futuro Sustentável
Nossa proposta com esta iniciativa foi conscientizar os engenheiros que estão saindo para o mercado de trabalho sobre o decisivo papel que eles podem e devem desempenhar na construção de uma sociedade cada vez mais comprometida em preservar os recurs
 
BM&FBOVESPA divulga a carteira do Índice de Sustentabilidade Empresarial
Número de empresas que autorizaram a abertura das respostas do questionário subiu de 8 para 14; processo de seleção das companhias passou a contar com a auditoria e asseguração da KPMG; valor de mercado sobre de 42,7% para 44,81%
 
Curitiba discute a sustentabilidade nas empresas
O papel da sustentabilidade nas empresas, técnicas de gestão sustentável, legislação, oportunidades do setor e energias renováveis
 
Uma Visão Estratégica para a responsabilidade Social
As mudanças de conceitos culturais, sociais e políticos fizeram com que as organizações olhassem de um ponto de vista mais estratégico a ambientalização de sua empresa dentro da sociedade.
 
Uvaia – Uma rede social de consumo sustentável
Uma rede social de consumo sustentável, pioneira e inédita no mundo. Ela foi desenvolvida e patenteada por um grupo de empreendedores brasileiros, cujo porta-voz da Uvaia, Lucas Ribeiro, um de seus idealizadores.
 
Leroy Merlin recebe Prêmio TOP Anamaco 2012 de Sustentabilidade
Rede conquista reconhecimento em nova categoria pela Revista da Associação Nacional dos Comerciantes de Material de Construção
 
TOP 10: conheça as empresas de tecnologia mais sustentáveis do mundo em 2012
Avaliar as iniciativas que as principais empresas de tecnologia têm empregado para mitigar o impacto dos seus produtos. Este é o principal objetivo do Guia de Eletrônicos Verdes, publicado anualmente pela organização não-governamental Greenpeace
 
Moto relâmpago movida a energia solar, define novo recorde de velocidade para motos de produção em 189 MPH
Trabalhando com tecnologia solar, a empresa SMA América, e o piloto veterano Jim Hoogerhyde, conseguram atingir uma velocidade impressionante de 189,086 mph.
 
Puma está pronta para lançar linha de roupas esportivas reciclável e biodegradáveis
Ter roupas recicláveis ​​e biodegradáveis ​​em seu guarda-roupa pode, por vezes, significar o comprometimento da qualidade, mas os fornecedores sportswear multinacionais Puma pensaram em uma forma inteligente de fazer a sua no
 
Software da Virgin Atlantic economiza combustível e corta a emissão de 92 mil toneladas de carbono
O software monitora 300 pontos diferentes a cada vôo para ver onde o combustível pode ser usado de forma mais eficiente.
 
Honda diminui o tamanho do novo veículo elétrico (EV) para a cidade
O protótipo Honda Commuter Micro 2013 foi revelado em Tóquio, simbolizando o início de uma nova fase no desenvolvimento da fabricante japonesa de veículos elétricos(EV).
 
Turbinas eólicas geram energia alternativa no campo do Philadelphia Eagles
14 turbinas eólicas tranformam o campo do Philadelphia Eagles no mais ecologicamente correto de toda NFL.
 
Empresa inglesa quer parceria com Itaipu para desenvolver veículo elétrico global
A ideia é transformar o Brasil em um centro de referência para o desenvolvimento de veículos elétricos ou híbridos
 
Empresa desenvolve primeira escova de dente biodegradável do país
Unir a sustentabilidade com eficiência era a vontade do CEO da Dr.Veit Produtos Oral Care, Avelino Veit, quando resolveu criar uma escova de dentes biodegradável, mas que realmente fortalecesse os dentes, sem prejudicar o meio-ambiente.
 
Marks & Spencer vai usar a energia a partir de resíduos de alimentos
M & S assinou um acordo com uma empresa de gestão de resíduos para converter o seu desperdício de alimentos em eletricidade.
 
Volkswagen implanta projeto de sustentabilidade auxiliada por software e reduz emissões
A montadora implantou o software de gerenciamento de sustentabilidade SoFi e de análise do ciclo de vida no processo industrial GaBi, ambos da fabricante alemã PE International.
 
Um aplicativo para dizer se há ingredientes geneticamente modificados em sua comida
Não há leis que dizem que as empresas têm de mostrar se estão usando ingredientes geneticamente modificados.
 
Hope lança linha de lingerie sustentável
Com Juliana Paes como garota-propaganda, a Hope lançou sua primeira linha de lingerie dentro dos padrões ecologicamente corretos.
 
Coca-cola e a Investe São Paulo anunciam a construção da maior fábrica mundial de produção de biomeg
O principal ingrediente das embalagens PlantBottle – primeira garrafa PET reciclável feita parcialmente de origem vegetal.
 
Sustentabilidade Empresarial, em números
Quem está acima, Quem esta abaixo, Quem se importa?
 
Petrobras integra Índice Dow Jones de Sustentabilidade pelo sétimo ano seguido
A estatal brasileira recebeu, pela sexta vez, a nota máxima no critério "transparência"
 
Itaúsa e o Itaú Unibanco compõem novamente o Dow Jones Sustainability World Index 2012/2013 (DJSI)
A nova carteira é composta por 340 empresas de 30 países das Américas, Europa, Ásia, África e Oceania, das quais apenas 9 empresas brasileiras, incluindo a Redecard S.A. e a Duratex S.A.
 
Water Discus Hotels
Deep Ocean Technology anuncia planos para construir cadeia mundial de "Water Discus Hotels"
 
Aprovada redução de carga tributária para produtos feitos com material reciclado
Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania (CCJ) do Senado aprovou proposta de emenda à Constituição (PEC) que elimina impostos de produtos feitos com material reciclado ou reaproveitado
 
Bayer expõe programa para construções sustentáveis durante Greenbuilding Brasil
A Bayer lidera uma “cadeia verde”, composta por representantes de todas as etapas do processo de construção
 
Empresas brasileiras reduzem nível de emissão de gases
Divulgado no relatório do Programa Brasileiro do Protocolo PGH, divulgado pelo Centro de Estudos em Sustentabilidade da Fundação Getulio Vargas (GVces).
 
Aditivo ao Protocolo Verde dará mais efetividade aos princípios de sustentabilidade
Protocolo Verde aos termos dos Princípios para a Sustentabilidade em Seguros (PSI, sigla em inglês), será criada uma comissão especial para propor ações e acompanhar sua consecução.
 
BRIQUETE É USADO COMO FONTE DE ENERGIA SUSTENTÁVEL
O material é feito a partir de biomassas como a casca de arroz, bagaço e sementes de uva, bagaço de cana, serragem de pinus e de eucalipto, casca de babaçu e de café, resíduos de couro e de casca de amendoim.
       
O programa é realizado pelo CDP, ONG internacional que atua junto a investidores e empresas de todo o mundo
 
Por:
Fonte:envolverde
Data:28/03/2013
 
Grandes empresas estimulam fornecedores a estudar mudanças climáticas