A Embrapa Agroenergia, vinculada ao Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa), incentiva a produção de briquetes como alternativa energética. O material é feito a partir de biomassas como a casca de arroz, bagaço e sementes de uva, bagaço de cana, serragem de pinus e de eucalipto, casca de babaçu e de café, resíduos de couro e de casca de amendoim.

“As tecnologias são alternativas que trazem benefícios sociais, econômicos e ambientais. A produção e utilização dos briquetes geram economia e complementam a renda dos produtores rurais. São materiais mais higiênicos, mais fáceis de transportar, armazenar e manusear. Além disso, o uso dos briquetes evita a queimada de lenha a céu aberto e ajuda na preservação do meio ambiente’’, destaca o pesquisador da Embrapa Agroenergia, José Dilcio Rocha. “A Embrapa está incentivando o uso dessa tecnologia como uma solução inovadora e se caracteriza como um processo sustentável”, completa.

Para os consumidores, é também uma excelente alternativa, pois têm menor volume e sua concentração energética é maior do que a lenha natural. O material pode ser encontrado em todas as regiões do Brasil e é utilizado em estabelecimentos que usam forno ou caldeiras, como pizzarias, padarias, hotéis, olarias ou cerâmica, laticínios, frigoríficos, indústrias de gesso, cimento e de produtos químicos. As cinzas resultantes da queima dos briquetes também podem ser utilizadas como adubos em hortas, jardins e pomares.

De acordo com o coordenador de Agroenergia do Mapa, João Abreu, a Lei de Resíduos Sólidos, coordenada pelo Ministério do Meio Ambiente, obriga as indústrias e os produtores rurais a dar uma destinação adequada aos resíduos por elas produzidos até 2014. “Com a nova legislação, parte dos resíduos que seriam descartados nos lixões terá que ser reaproveitado na produção de briquetes ou outras fontes de geração de energia. Isso vai estimular as indústrias e os agricultores a buscar métodos alternativos de utilização, disposição ou reciclagem”, frisou.

O passo a passo dos briquetes
Os interessados na produção de briquetes podem assistir a um vídeo e ouvir um programa de rádio sobre a tecnologia no site da Embrapa Agroenergia (www.embrapa.br/cnpae).
 
       
O material é feito a partir de biomassas como a casca de arroz, bagaço e sementes de uva, bagaço de cana, serragem de pinus e de eucalipto, casca de babaçu e de café, resíduos de couro e de casca de amendoim.
 
Por:
Fonte: Migre
Data:
 
BRIQUETE É USADO COMO FONTE DE ENERGIA SUSTENTÁVEL