Grow, uma instalação de luz com 20.000 m, que destaca a beleza da agricultura e melhora o crescimento da safra

O Studio Roosegaarde, com sede em Rotterdam, liderado pelo designer Daan Roosegaarde , usou luzes vermelhas, azuis e ultravioletas para transformar um campo em uma obra de arte dinâmica.

Além de criar um espetáculo visual, a instalação serve como um protótipo de como certas “receitas leves” podem ser usadas para aumentar o crescimento das plantas e reduzir o uso de pesticidas em até 50 por cento.

Apesar de ser um país relativamente pequeno, a Holanda é um dos maiores produtores mundiais de vegetais , perdendo apenas para os Estados Unidos, e se estabeleceu como um pioneiro em técnicas agrícolas altamente eficientes.

“Achamos que devíamos destacar a beleza dessa agricultura”, disse Roosegaarde. “Esses vastos campos nos alimentam, mas ninguém vê.”

Pouco depois, Roosegaarde ficou ciente dos avanços na tecnologia de iluminação fotobiológica. A pesquisa sugere que certas combinações de luz podem não apenas fortalecer o metabolismo das plantas, mas também criar resistência a pragas e doenças.

Embora a tecnologia tenha sido usada em estufas, Roosegaarde viu uma oportunidade de testar seu potencial em maior escala.

“Uma luz ultravioleta específica ativa o sistema de defesa das plantas. E o que é interessante é que funciona em todas as culturas”, explica o designer. “Para que possamos reduzir o uso de agrotóxicos.”

O objetivo de Roosegaarde é ajudar a acelerar a aplicação desta ciência, mas também criar uma apreciação mais universal para o importante papel dos agricultores, que ele descreve como heróis.
“Quero projetar coisas que deixem as pessoas curiosas sobre o futuro, não tristes ou loucas”, acrescentou Roosegaarde. “Luz é minha linguagem. Luz não é decoração, é ativação e é comunicação.”

fonte: dezeen.com